sexta-feira, novembro 07, 2008

Leceia relativa



Em Leceia tudo é relativo...

Agradecimento especial ao Dr. Abutes, fotógrafo de serviço aqui da casa.

Dr. Laparote

6 comentários:

Anónimo disse...

Em Leceia, na freguesia de Barcarena e no concelho de Oeiras, tudo é relatividade:

O edil Isaltino Morais, tem sido o exemplo vivo da crueldade (criminosa) da frieza demagógica, do populismo mediático e rasca, com que tenta chamar a si, os incautos e outros igualmente cruéis e maus como ele tem sido nestes 23 anos.

Entendo que um povo como o da minha terra (Leceia) mereceria melhor sorte.

E se não a tivemos no passado recente, ou não temos hoje, a culta tem sido daqueles que vindos de fora (portugueses e estrangeiros, europeus e africanos), o elegeram como edil, e com ele se governam também, explorando e colonizando, as nossas terras e recursos, o povo.

O Povo quer ser livre. Apenas a liberdade, o resto nos fazemos, como fizemos durante séculos.

Anacrónimo disse...

Avante camarada avante...

Gerson Viana disse...

Fico contente por saber que este espaço não morreu!

LECEIA A CONCELHO!!!

O Cu de Oeiras disse...

Concordo com o anónimo que comentou em 1º lugar, bem observado!

Anónimo disse...

Não é um anónimo, é mais um entre as dezenas de milhares de nativos do concelho de Oeiras, que andam há 23 anos, a ser excluidos pelo regime do Isaltino Morais.

Essa gente nativa também são Povo deste concelho, ou são apenas os imigrantes e amigos do isaltinismo que merecem ter apoio social e habitação?

Alberto disse...

Eu gosto muito de mel...


View My Stats